13.9.13

Contudo



o sonho ainda.
embrenhou-se 
no meu seio, desde.
e me olha de lado
como um cãozinho mimado.
e me vela.
e, duende,
me anima
com seus raiozinhos
verdes.



jiz

Imagem: Natalia Zakonova



Um comentário: