16.2.13

de rosas




de repente
asas levemente
olorosas
surgem do nada
interrompem minha prosa
e infestam meu breve susto
de repente
elas, as pétalas pálidas,
despenteiam
meus cabelos ramados
de repente
sou seco arbusto
e elas, fantasmas
de rosas...



Obra de Arte: CATRIN WELZ STEIN via MARILART di MarialauraPedone - Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário