13.8.12

poema feliz

alegria toma conta do branco.
canta fino.
entoa hinos.
e o arco empresta as luzes multicolores
aos espelhos d'águas,
que viram risos finos,
que entoam hinos embebidos,
que regam flores,
que dançam valsas harmoniosas,
exibindo suas caudas perfumosas...
algumas, de tão tomadas,
ascendem,
e acendem o poema triste,
que canta fino,
que entoa hinos...


JanetZimmermann
___________________________
Imagem: Animal Story - Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário