6.7.12

CHAMAS















abri vossas prisões,
poetas de contemplar...
libertai vossos silêncios
para que vossos versos
se transformem em incêndios,
e se alastrem,
e ardam,
e beijem, por paixão...
e afaguem,
e sirvam,
e alimentem
pelo menos um so(l)zinho, por amor...
e aninhem. amém.
e libertem. também.
e azulejem nossas manhãs.
e rosem, rosem, rosem, rosem...
e perfumem os dias tantos.
e forneçam verdes sombras.
e acalentem vossos sensíveis corações...


JanetZimmermann
Foto: Roberto Machado
CG_MS

Nenhum comentário:

Postar um comentário