30.3.12

NASCIMENTOS


Amanheceres que lá vivi
São quase os mesmos que vivo aqui.
Lá era meu olhar curioso e arteiro,
Aqui, meu contemplar crianceiro.

Seus limiares me incutiram dois sóis
Carregados de luzes nascituras.
Trago na memória duas pinturas,
Obras primas d’arrebóis.

Duas estâncias iluminadas
Pelo mesmo sol matizado,
Pela mesma vida gratificada.

Impregnada de aurora e pincel,
Levo dois clarões alaranjados
Nos olhos afogueados de céu...




















Imagem: Fazenda Baía Grande - Facebook


Nenhum comentário:

Postar um comentário