2.2.12

SEXTAS ASAS


“Quero que faças do amor a razão da tua existência”...

(uma voz interior)


Deixo esta mensagem no ar
Pra quem tem poesia de sentir
E sentido de amar...





 Porque dentro deste ninho
- coração e pequenino –
Jesus Cristo é passarinho...

jiz



2 comentários:

  1. O amor devia ser, na vardade, a nossa razão de viver.
    Mas não é nada fácil...
    Excelente poema, gostei imenso.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Nilson, não é fácil... Mas temos que perseverar no amor... Um grande abraço, poeta amigo!

      PS: Fiz algumas alterações... espero que gostes!

      Excluir