22.11.11

GOTAS PRECIOSAS

Mais uma vez,
que não a derradeira,
verto líquido sal.
Da primeira até aqui,
marejei, bem sei,
mil vezes mais cem.
A cada gota lacrimal,
uma dor a mais expulsa pelo canal,
uma dor a menos n’água de dentro.
Chorar não é apenas derramar 
límpido cristal...
sejam brutas 
ou lapidados diamantes,
chorar é colocar em exposição
as pedras do coração...



2 comentários: