18.10.11

HOJE UM BIQUINHO SALVOU MEU DIA



Alheio a tristeza, ternurinha cantarola alegria na imensidão lá de fora, 
que atravessa as paredes e atinge musiquinha no meu coração angustiado...
Tristeza daquelas que todos sentem nas horas de negritude invasão.
Devagarzinho o músculo trevoso vai se iluminando à canção.
Até meu respirar agora é mais fundo...
A sombra vai se arredando pra dar lugar à vontade de chorar baixinho.
Então eu choro alegrinho, fininho, acompanhando o assovio do passarinho...

jiz


Um comentário: