2.9.11

SENTINELA GÉLIDA





feito crianças distraídas,
brincamos de esconde-esconde
e nos perdemos pelos vãos dos dedos do tempo.

e o impávido tempo, com todo o tempo dos mundos,
silenciosamente nos observa
por detrás do seu olhar indolente.

já que o tempo não volta no tempo,
vamos dar tempo ao tempo
pra ver se aquela saudade adormece
na rede
do tempo
perdido...



[jiz]



Nenhum comentário:

Postar um comentário