7.8.11

RIO DO MEU RIO


Deixou-me águas
juntos às mágoas do meu peito.
e eu fiquei assim,
triste de dar dó,
coração levado ao chão,
ao pó,
ao barro,
ao rio...
meu rio negro de agora
nem mesmo o ouro do sol afogueia.
por isso eu rio,
senão meu rio me afoga...
rio do meu rio.
rio raso,
rio largo,
rio fundo,
rio frouxo,
rio louco...
rio tortuosos rios.
rios de risos
desaguando
no mar dos desvarios...

[jiz-07-08-2011]

Encontro das águas dos rios Negro e Solimões
Imagem:ixamostradepesquisa.pbworks.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário