8.7.11

NOVA MANHÃ

Não ao sofrer...
Não ao chorar...
Vou deixar
A minha estrela brilhar
Como sempre deveria
E como sempre deverá.
Não quero lamentar
Escura noite,
Nem amargurar-me 
Ao chão...
Nem esperar o fim do mundo,
Escondida 
No buraco negro
Da solidão...
Quero céu
Luminoso e azul,
Quero luz,
Quero alegria,
Quero ser nova semente
A germinar
Na esperança da árvore, afinal...

[jiz]

Imagem: Marcelo Bugre



Nenhum comentário:

Postar um comentário