27.3.11

CHILREIOS E CANÇÕES

Imagem: Marcelo Bugre



No meu raro e silencioso momento, gárrulos pássaros...

Passarões...
passarinhos...
que comigo
e consigo
passarão
passaremos
passaredo
juntos
num só destino
destinões...
destinozinhos...
que dos caminhos
seremos marcados
em notas
 pios...
piozinhos...
gorjeios
assovios
estribilhos
melodias alegres
tristes canções
de anjos...
de anjinhos...
na partitura
no pergaminho
do grande maestro
no gigante
e infinito ninho...

[jiz]




Um comentário:

  1. Sua poesia não deixe que nada passe
    Assim puramente passageiro.
    Sua poesia perciste insiste
    Em permaner presente.
    Gostei muito do que aqui li
    em apenas uma passadinha!...
    beijos

    ResponderExcluir